Categories: Eventos Webmaker

A web é para todos

No quinto dia da Maker Party Week SP, tivemos a presença do ilustre Ricardo Motta durante a 5/6/7/8(?) oficina no Sesc Santos. Ricardo é famoso no Sesc por ser autista e não-alfabetizado, e mesmo com dificuldades isso não o impede de participar da maioria das atividades que rolam por lá.

14821095976_0f5598bafe_oOs casos mais comuns de quem participa das oficinas são pessoas já alfabetizadas em nossa querida língua portuguesa, então precisamos ~apenas~ alfabetizá-los na web.

O Ricardo apareceu no LabLivre e ficou observando a galera se divertindo fazendo as sacolas personalizadas como primeira parte da oficina. Perguntei se queria participar e ele sorridente aceitou. Eu demorei um pouco pra sacar quem ele era e que precisaria de mais atenção. Ninguém me avisou sobre seu caso, só percebi que ele não sabia escrever na segunda parte da oficina, quando começamos a remixar páginas com o Thimble. Se eu estivesse sozinho com certeza não conseguiria incluir o Ricardo na oficina; agradeço muito ao Panaggio e a Mel por estarem lá comigo e cuidarem da turma enquanto eu fazia um novo amigo e o apresentava às utilidades da nossa tão amável Internet.

Ricardo sabe ler, e essa foi uma das importantes habilidades que mais usou para aprender um pouquinho sobre a web. Não irei dizer que em 4 horas o ensinei a escrever e fazer páginas com HTML e CSS. Isso é impossível! Hahaha.
Para ensiná-lo as tags básicas como: <html>, <body>, <head>, <p>, <h1>, <a>… e as propriedades do CSS: color, font-size, background-color… precisei ser seu piloto instrutor e Ricardo o piloto aprendiz. Fui mostrando o que dá pra fazer com um pouco de HTML e CSS e ele foi me dizendo como gostaria que fosse sua página.

Acho que o ideal seria deixá-lo escrever todo o código e eu apenas iria o orientando as boas práticas. Juro que tentei, mas tínhamos pouquíssimo tempo e ele realmente não sabe escrever, então tive que assumir o teclado no final da oficina. Queria ter conversado sobre privacidade e segurança, mas isso é muita informação ao mesmo tempo e o que nós não tínhamos era tempo suficiente. Espero poder voltar no Sesc Santos para continuar o trabalho que começamos com toda a galera dos outros dias e com o alegre Ricardo; esse carinha pode aproveitar bastante da Internet e melhorar sua capacidade de comunicação.

Criações do Ricardo Motta, 55 anos:

(Este post é um repost do Blog do Coragem)

Hey there! You can read this post in English >>here<<

No comments yet

Post a comment

Post your comment